quinta-feira, 10 de julho de 2008

Populacao versus Planeamento Familiar

"Com mais de seis biliões de pessoas, a população do mundo aumenta anualmente em 75 milhões, sendo que metade tem menos de 25 anos de idade. Jovens entre 15 e 24 anos somam um bilião, o que significa dizer que existem 17 jovens em cada grupo de 100.
Mas o número de pessoas com mais de 60 anos, por sua vez, chega a 646 milhões, numa proporção de uma em cada dez. Esse número ainda é acrescido todo ano em mais de 11 milhões, o que caracteriza um envelhecimento da população mundial.
Conforme estimativas da Organização das Nações Unidas (ONU) para o ano de 2050, a percentagem de jovens com menos de 15 anos de idade deve diminuir de 30 para 20%, enquanto a quantidade de idosos deve crescer 22%.
Nos países pobres, 96 milhões de mulheres jovens são analfabetas, 14 milhões de raparigas dos 15 aos 19 anos tornam-se mães anualmente e diariamente seis mil jovens são infectados pelo HIV."*
O dia Mundial da Populacao, no nosso país, é celebrado sob o lema é "Planeamento Familiar é um direito: Vamos torná-lo real" numa altura em que sao despoletados casos, no país e além fronteiras, pelo nao acesso a todos deste direito humano básico.
A nível mundial, a celebracao deste dia tem como mote varios objectivos onde se pode destacar a procurar soluções para o problema que representa o crescimento "desordenado" da populacao.
Esta mais do que claro que a solução não se encontra apenas no controlo da natalidade, pela via do planeamento familiar, mas passa também pela melhoria de vida das pessoas, particularmente das mulheres. Também contribui para a resolução deste problema a melhoria das condições de saúde, educação, habitação e oportunidades de emprego, algo que esta aquém de muitos de nós.
* Dados da AngolaPress

2 comentários:

Dede Moquivalaka disse...

Quanto mais pobre menos chances tem ao planeamento familiar.

Moral da historia: Valeu o insulto de Itai Meque a populacao de Pambara/I'bane?

As evidencias falam por si.

Bom dia, cedo mesmo!

Dede'

ximbitane disse...

Hehehehe, Dede, essa gente as vezes fala o que não sabe. E como fazem ouvidos de mercador ao que os outros dizem, ai esta o resultado!