quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Alerta: SRO com sabor são perigosos

A solução de rehidratação oral (SRO), vulgo mistura, tem sido, a forma frequente de tratar uma diarreia. Tais soluções eram /são ou podem ser preparadas em casa através da dissolução de uma colher de chá de sal e quatro colheres de chá de açúcar em 1 litro de água. No entanto, porque neste processo é importante que se tenha atenção que as medidas sejam exactas, porque o excesso de sal pode agravar a desidratação, soluções em pó já equilibradas são o ideal.

As nossas crianças, mal habituadas e mimadas, recusam-se a fazer esta terapia, sobretudo se for de longa duração, pois o medicamento tem um sabor que lhes é estranho. As industrias farmacêuticas, que não estão distraídas, encontram logo soluções para os dilemas da tomada de medicamentos: medicamentos com sabor que, no entanto, contêm substâncias perigosas para a nossa saúde, como é reportado no email transcrito abaixo.

Queridas mamãs ,

Há 2 meses atrás, em conversa com amigos, abordávamos a questão da renitência que algumas crianças têm de tomar a mistura quando estão com diarreia, o que dificulta a sua recuperação. Informaram-me que existem no mercado misturas com sabor (laranja, morango, etc.) e que as crianças gostam.


Um mês depois tive a infelicidade de ter a minha filha doente com diarreia. Fui então a farmácia e comprei a mistura de laranja. Comecei a ministrar a mistura. Durante três dias, a criança não registava melhorias. Pelo contrário. Além da diarreia estava também com vómitos e uma fraqueza gritante. Desesperada fui ao médico.


Questionada sobre qual a medicação que estava a dar, disse-lhe que mistura com sabor de laranja. A médica com ar triste, desolado até disse-me que estava a matar a minha criança. Que as misturas com sabor são feitas com químicos que irritam as células sensíveis do estômago e, por isso é que a criança, para além da diarreia, estava com vómitos.


Fiquei escandalizada, revoltada. E pensei : Porquê é que em nome do negócio matam as nossas crianças? Porque é que as associações de defesa do consumidor, o Ministério da Saúde não interditam a venda destes produtos no nosso mercado? Por isso resolvi, sem nenhuma certificação cientifica, mas apenas empiricamente, faço este apelo à todos os destinatários desta mensagem, que, podem até não ter filhos, mas de certeza terão uma criança a quem depositam o vosso carinho: Não dêem mistura de sabores às vossas crianças !

2 comentários:

Yndongah disse...

Primosa o assunto é sério. O pior é que apesar dessas informações, essas misturas continuam no mercado.Preocupa-me o silêncio dos serviços de saúde, nem que seja para desmentir.Já não basta a melanina, recebi um email com uma data de produtos que não devemos consumir, fico sem saber o que fazer...

X!mb!t@nE disse...

Céus! Envia-me esse mail, antes vale morrer a tentar do que nada fazer